terça-feira, 26 de junho de 2018

BOTECO DO FRANÇA (Salvador-BA)

RIO VERMELHO

Toda cidade tem sua especificidade. Pontos fortes e fracos. De Salvador não se pode dizer que falta cultura local e vida nas ruas!;) Além do mais, pra quem gosta de história, museus e igrejas a cidade é um prato cheio. Estive por lá recentemente nas férias, por mais tempo até do que minha atração pela cidade sugere, e me atualizei bastante quanto ao assunto que mais me interessa: Bares e restaurantes. Fui a casas novas e revisitei casas que já conhecia.

Salvador

A cidade tem forte cultura local e muita vida. A pobreza infelizmente tb impressiona. E a culinária é rica: Cozinha do sertão, a do litoral e a de raízes africanas. O 'bobó' de camarão é pra mim um dos grandes pratos do país:)

Bobó

Um bom lugar para se introduzir nos fortes sabores da culinária baiana é o restaurante do SENAC no Pelourinho. Se a cozinha não chega a marcar, vale pela possibilidade de se experimentar logo vários pratos - além de doces - no farto bufê. E dali pode-se ir fazer a digestão dando um rolé pelo famoso Pelô;)

Restaurante do SENAC

Eu sou boêmio e, como não poderia deixar de ser, meu bairro preferido na capital baiana é o Rio Vermelho, nome que vem de umas pequenas flores...vermelhas que crescem ao longo do rio que corta o bairro. Romântico, não?... O Mercado, a Praça Caramuru e o Memorial A Casa do Rio Vermelho (onde o escritor Jorge Amado viveu por décadas) são referências por ali. O restaurante DONA MARIQUITA é uma boa pedida, fazem uma cozinha baiana de raiz e com personalidade por lá, vou querer voltar. Acarajé tem de Cira, de Dinha...

DONA MARIQUITA
Mercado


Aí, o dia foi cheio de programas, vc tá no quarto do hotel, o mar bate talvez ali perto, vc abre a janela, sopra uma brisa...a noite se aproxima e vai chegando a hora de vc conhecer o bar inescapável do Rio Vermelho, o curioso BOTECO DO FRANÇA.



Acho curioso porque lá dentro é arrumadinho e na parte de fora é um tremendo 'pé-sujo'! Já fui lá várias vezes em diversas visitas à cidade, e sem dúvida tomar 'umas' e petiscar no FRANÇA carne de sol, pititingas fritos ou queijo de coalho é uma das melhores experiências boêmias da cidade. Recomendo uma (cerveja) 'Serramalte' gelada por lá. Tem tb destilados para todos os gostos. Não é evidentemente lugar pra se tomar grandes vinhos. Entre os pratos, tem fama o arroz de polvo. Os pratos homenageiam personalidades/amigos da casa. Serviço eficiente e bons banheiros na parte de dentro. Preços razoáveis caso divida-se os pratos/petiscos, atenção, indo sozinho sai mais caro...



Autêntico e descontraído, o FRANÇA é a cara de Salvador, e a curiosa dicotomia entre seus ambientes externo e interno fazem dele um dos bares mais interessantes e queridos da cidade.
Salvador não é muito 'minha praia', mas reconheço que o Rio Vermelho e o BOTECO DO FRANÇA exercem algum fascínio sobre mim, e me dão vontade de voltar à nossa primeira capital "de temps en temps"...

BOTECO DO FRANÇA
Rio Vermelho
Salvador-BA

Cozinha/Bebidas - **1/2
Serviço - **+
Preços - **+
Ambiente - ** +
Acolhida - não se aplica

*** - Excelente
** - Bom/Regular
* - Sofrível




2 comentários:

  1. Você poderia especificar mais a "pobreza" da cidade que diz no seu texto? >>> "A pobreza infelizmente tb impressiona."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me refiro à pobreza material evidente na cidade, bem entendido.
      abs

      Excluir

VARANDA PÃES ARTESANAIS (Brasília-DF)

ONDE A ASA FAZ A CURVA... De vez em quando a gente dá sorte...ainda bem! Sábado tive um pouco mais de tempo pela manhã e decidi dar um p...