segunda-feira, 18 de abril de 2016

NINNY (Brasília-DF)

CADA UM NA SUA...

O que te faz feliz? O que vc precisa para ficar feliz? O que é, afinal, ser feliz?! Bom, nada de muita filosofia, fiquem tranquilos, afinal aqui é um blog gastrô!:)
Eu me satisfaço cada vez mais com menos, e não por acaso dizem os mais velhos que na velhice o que contam são as pequenas coisas! Afinal, eu tô chegando lá...
Há 30 anos atrás, até menos, eu acharia uma bobeira, e talvez até mesmo ridículo, alguém fumar 2/3 cigarros por dia, hj ...eu faço isso, e acho o maior barato tentar domar o vício;) coisas da meia idade. Curtir um bom hotel eu não podia aos 25 anos, nem acharia muita graça até, digamos, uns 40. Mais importante era o destino! Hj eu acho o máximo. Ir a um bar sozinho é deprimente qdo. se é jovem, hj o que me deprime é uma companhia qualquer, é estar ao lado de uma mulher que não tem nada a ver comigo só pra dizer que eu tô 'saindo com alguém', e assim dando uma folga pras garotas de programa, tradicionais parceiras dos solteiros tardios;) 


Hotel Castro's, Goiânia

Um dos meus programas favoritos é sair pra tomar um bom café, pois agora que eu fumo pouco o café não me obriga mais a fumar depois, é só café e ponto final. Se o café puder ser pago com 4 ou 5 reais - sem necessidade de troco - é melhor ainda, pois aqueles preços quebrados enchem o saco, 4,80 ou 5,20, ninguém merece...Aqui em Brasília, o café do Barista Antonello Monardo é um must!



Tomar uma cerveja de qualidade é tb um dos meus maiores prazeres atualmente. Os bares da GROTE na asa norte e no noroeste e o EMPÓRIO SOARES & SOUZA da asa sul estão entre os meus favoritos, mas vou tb a outros bares, como o SANTUÁRIO e o RIDERS BURGER BEER.




Um bom prato de massa tb me dá bastante prazer. Eu nunca vou ser magro, pois adoro massa, arroz, pão e ...álcool;) Claro que a massa pode ser no GERO ou no ROSARIO, caso eu esteja afim de gastar bem ou bem... acompanhado;), mas a TRATTORIA 101 no sudoca é tb porto seguro para uma boa massa, e lá estando aproveito para rever meu amigo e dono, o gentleman Luigi Benegiamo.




Fui muito tb na TRATTORIA MEDITERRÂNEO, que fechou as portas recentemente, pena...Eu conheci o siciliano Gianluca, a quem pertencia a MEDITERRÂNEO, no lendário I SICILIANI na 109 norte, onde eu tb conheci o figuraço do Ninny, ainda nos anos 90. 
NINNY, o melhor prato de massa da cidade, não tem pra ninguém...

Ninny

Qual afinal o segredo do já longevo restô, que tem a audácia de cobrar 59 contos por uma massa feita na Casa com molho alho & óleo e oferece banheiro no subsolo?! A comida, ora, já que vc depois que vai lá come massa em outros lugares, muitas vezes mais sofisticados, e conclui que as massas e os molhos do NINNY continuam sendo... os melhores que vc já comeu!;)


Eu tava brigado com o restô tempos atrás, me recusava a ir lá sozinho, já que o programa torna-se mais em conta caso vc divida com alguém um prato maior, mas depois cheguei à conclusão que o NINNY é superlativo e segura os preços por um bom tempo - e que afinal das contas eu adoro ir lá e a vida é uma só \o/ - e aí voltei a ir. Evite portanto ir sozinho, ou vá sozinho e não reclame da conta!:)

tiramisu

Uma enxuta Carta de vinhos, o bom serviço - podendo ser um pouco demorado - e o ambiente autêntico completam o conjunto, que me agrada bastante. Passei bons momentos no NINNY, já fui muito lá, levei muita gente lá, nossa, tem muita história...
Cada um na sua, e um prato de massa no NINNY salva o meu dia fácil, não fico esperando acontecer nada extraordinário na minha vida não, sou feliz com pouco, e vc: O que te faz feliz, o que te basta?...

NINNY
309 norte


Cozinha - ***
Serviço - **
Preços - **+
Ambiente - **+
Acolhida - **

*** - Excelente
** - Bom/Regular
* - Sofrível






domingo, 3 de abril de 2016

PORTO CAVE (Goiânia-GO)

PORTO SEGURO
Winiká

Tempos atrás um gringo se instalou em Brasília, exerceu funções numa embaixada e depois abriu um restaurante, que fez estrondoso sucesso e um belo dia fechou as portas, alegando problemas com a administração da cidade em função da localização, numa casa particular (a do próprio gringo, tb o Chef do restaurante) em área nobre da cidade. O nome dele é Simon, e o restaurante chamava-se AQUAVIT, que reabriu recentemente num endereço tão fantasioso como o Chef (...): No Jardim Botânico da cidade. Aí o Chef deu um monte de entrevistas, saiu em um monte de revistas e de repente, alegando problemas de saúde, suspendeu as atividades do restaurante, ninguém sabe até quando...


Aquavit, no JB
Talvez eu vá pra Goiânia de ônibus na próxima vez, não sei dirigir lá mesmo, me perco... o carro fica no hotel, e eu pagando estacionamento às vezes, o que é pior. A estrada às vezes tá cheia, fica perigosa, tem muito radar, essas coisas já me atordoam um pouco, enfim.


Goiânia

Claro que um restaurante como o AQUAVIT não funciona tão bem sem o Chef como um restaurante simples de quadra, é tudo muito artesanal, sofisticado - seja quanto aos ingredientes, seja quanto à técnica - sem falar que nos dias atuais o Chef é presença eventual no salão, emprestando assim algum glamour ao restaurante. O restaurante gastronômico precisa do marketing, precisa ter algum destaque na mídia, precisa ser bom e ser considerado bom;) pelas vozes do meio. Gente idealista demais neste meio fica pra trás...Mas não acho que o afastamento do Chef justifica a suspensão das atividades do estabelecimento, restaurante que abre e fecha toda hora passa insegurança à clientela!
Como eu gosto de, ainda na estrada e depois da curva, ver os prédios de Goiânia ao fundo... saber que vou ficar num bom hotel, que vou tomar steinhäger e comer salsichas de primeira no CHEF KNUT - que talvez se transfira para Brasília - que revisitarei o WINIKÁ e que, talvez acima de tudo, revisitarei tb o PORTO CAVE, um porto seguro na cidade dos bares, dos parques, das clínicas, de muitas flores e de muitas meninas...


Chef Knut Ratschiller

Até onde eu sei caso a Chef Edvânia Nogueira se afaste por algum motivo o PORTO CAVE não suspende as suas atividades não, salvo talvez num recesso de fim de ano, afinal nem a Chef nem a equipe são de ferro! PORTO CAVE, Pedro e Edvânia, patrimônio goianiense, que sorte eu tive de vir morar perto e poder estar com eles com alguma frequência:)


José Pedro & Chef Edvânia



A professora goiana que gostava de cozinhar e o português que negociava vinhos, que encontro, que ideia, que restaurante! PORTO CAVE da bacalhoada, do arroz malandro (prove com tamboril, um peixe difícil de achar), do arroz de pato à moda antiga, da geléia de tomate, dos pastéis de nata, do queijo da Serra da Estrela e de tantas gostosuras mais...Serviço competente e Carta de vinhos de primeira, afinal os donos distribuem vinhos. Destaque para os vinhos do Porto, terra de Pedro. Ah, pena que eles não servem tripas à moda do Porto, adoro! Ambiente sóbrio e preços razoáveis para o conjunto da obra.


Chef Edvânia


Quem conhece Portugal sabe que o restaurante português tradicional não tem a sofisticação que certas Casas por aqui insistem em conferir ao mesmo. Em Brasília nenhuma delas sobreviveu aliás...Eu gosto muito do PORTO CAVE pq., além de comer bem por um preço justo, vejo na Casa uma recriação fiel do restaurante português tradicional, e eu prezo muito os conceitos. 



Então eu passei mais uma semana santa em Goiânia, nem um pouco santo naquela terra cheia de bares;) Espero revê-la muitas e muitas vezes Goiânia, e... vida longa ao PORTO CAVE!


PORTO CAVE
R. 28, nº 210
Setor Marista
Goiânia-GO

Cozinha - **1/2
Serviço - **1/2
Preços - **+
Ambiente - ***
Acolhida - **+

*** - Excelente
** - Bom/Regular
* - Sofrível

LIGURIA (Santiago do Chile)

RAPA NUI Tinha tempo que eu tinha vontade de ir lá , matei a vontade, e dei por visto como se diz. Ilha de Páscoa, ou 'Rapa Nui'...