sexta-feira, 7 de junho de 2019

FRITZ (Brasília-DF)

CHUCRUTE

Morreu o velho Fritz, o guerreiro da pioneira rua dos restaurantes da capital do país. Digo pioneira pois hj existem pelo menos umas 10 ruas de restaurantes na cidade, mas foi ali na 404/5 sul que o austríaco Fritz plantou seu já longevo restô austríaco/alemão, e que leva seu nome, nos idos de 1980 se não me falha a memória.


Fritz

O restaurante é longevo como o foi tb o seu fundador, morto já aos 90 anos. Será talvez o comércio mais antigo daquela rua. Fui muito lá, e ainda vou, embora com menor frequência. Fala-se muito da truta do FRITZ, mas meu prato predileto lá sempre foi o estrogonofe, perfeito nessas noites mais frias que se anunciam acompanhado de uma taça de vinho tinto. Mas o joelho de porco, os embutidos e o apfelstrudel são clássicos do restô e dessa culinária, e lá é um dos poucos lugares de Brasília onde se encontra o rollmops, uma entrada do tipo "ame-a ou deixe-a";) Há tb coelho, pato, o tradicional shnitzel, salada de batatas, chucrute e...cervejas, claro!;)


rollmops

Pena a morte do velho Fritz, tomara que o restaurante sobreviva à sua morte. E seja feita a reforma tão necessária (...)
Brasília tem hj uma diversidade notável de estabelecimentos, mas há lacunas incompreensíveis. Se sobram italianos, contemporâneos, churrascarias, pizzarias e hamburguerias, há uma pobreza de portugueses, espanhóis e alemães. E aí é o tal negócio, "em terra de cego,..."





 Assim, o longevo FRITZ passou nesses anos todos de um dos 'restaurantes chiques' da cidade (anos 80) a representante da especialidade alemã/austríaca. De chique não tem mais nada em vista da elevação do padrão dos restaurantes em geral nessas últimas décadas. As coisas mudam, e na Brasília dos dias de hj quem for ao GERO e depois ao FRITZ vai achar este último muito simples!
Mas, se o FRITZ nunca serviu nada mais marcante, tb nunca serviu nada ruim, embora o SERVUS hj ofusque a cozinha do velho FRITZ.


SERVUS 

É interessante notar que os restaurantes alemães de Brasília são muitas vezes pertencentes a austríacos, e não a alemães. É o caso do FRITZ, do FRED e, até um certo ponto, do SERVUS.  O FRED nunca foi alemão, aliás o FRED nunca teve conceito. Tem alguns pratos alemães pois seu fundador era austríaco, mas vive mesmo é de servir picadinho!


Picadinho do FRED

Outro restaurante e bar com inspiração alemã mas que tornou-se variado é o velho BIER FASS. De alemão só sobraram uns poucos pratos no cardápio e o nome...
Voltando ao FRITZ, sua boa cozinha e a regularidade da mesma, o bom serviço e os preços contidos têm feito dele, todos esses anos, um porto seguro para almoços de colegas de trabalho durante a semana e de famílias aos fds, com seus pratos fartos. 







A finalização dos pratos no salão do velho FRITZ é uma das cenas mais emblemáticas da memória gastronômica brasiliense!
Descanse em paz velho Fritz, Brasília deve muito a vc. Seu legado de perseverança e dedicação ao restaurante não será esquecido. Espero ainda por muitos anos ir provar a 'comida alemã com gosto de Áustria' que fez a fama do longevo FRITZ!
Auf wiedersehen...

FRITZ
CLS 404

Cozinha - **+
Serviço - **+
Preços - **+
Ambiente - **
Acolhida - **+

*** - Excelente
** - Bom/Regular
* - Sofrível






Nenhum comentário:

Postar um comentário

THE BRIAN BORU (Pirenópolis-GO)

ERA SÓ O QUE FALTAVA... Eu sempre achei, mas nada impede que um dia ainda mude de opinião, que Piri é o lugar mais bacana para se passar...