AUTHORAL (Brasília-DF)

Authoral
OS NOVOS E OS QUE JÁ SE FORAM...

"A criatividade para nós é uma premissa, não uma exigência". Li isso no menu do restaurante AUTHORAL aqui em Brasília. Confesso que não entendi direito não...Mas isso não importa muito, o que importa é que eu gostei um bocado do AUTHORAL! Faz tempo que não sentia tanto gosto ao sentar num restaurante e pedir um prato empolgante como um... arroz meloso de moelas com vinho tinto e uvas, perfeito numa noite fria com um...vinho tinto, claro!;) Aliás, aproveitem as noites frias da cidade, pois em cidades quentes elas vão embora rápido... logo, logo estaremos reclamando do 'calor de matar' de (quase) sempre em Brasília...
O AUTHORAL é uma das casas novas que está mexendo com o cenário gastrô da cidade. Agora tem tb o CÃO VÉIO, do Chef paulistano Fogaça. 


Cão Véio

A gente lê umas coisas engraçadas por aí sobre o 'abre e fecha' de casas. Ora, o pessoal tem que entender que conforme as cidades vão crescendo o nº de estabelecimentos tb vai e o nº de...insucessos na atividade tb! A 'Veja SP comer & beber' publica todo ano uma lista de casas que fecharam naquele ano, ou seja, tem casa nova toda hora e tem casa fechando toda hora tb, c'est la vie

O extinto Bar do Mercado

Então, eu não acho sensato a gente ficar morrendo de pena do fim do MERCADO MUNICIPAL e desconfiado do CÃO VÉIO, achando que o primeiro é melhor que o segundo em princípio pq. é 'mais brasiliense', tradicional; ora, que bobagem, pura nostalgia no fim das contas.  O pessoal esquece que o Jorge Ferreira era apaixonado por Brasília, veio pra cá 'por amor', etc. e tal mas era tb um tremendo de um marqueteiro, a verdade é essa! O MERCADO MUNICIPAL fechou pq. tinha que fechar, foi reprovado pelo público, e tb pq. quem morreu não pode mais ficar dando entrevista e promovendo suas casas como o Jorge fazia. 
Nunca achei grande coisa aquele MERCADO e achava aquele bar virado pra W3 mal pensado. Fiquei triste com o fim do MERCADO pq. era um lugar que somava, empregava gente, mas não por seus méritos, que eram poucos. 


O (falecido) empresário Jorge Ferreira

Além do mais, acho tb que os bares do Jorge - embora bons e charmosos - são sempre parecidos, e Brasília ganharia se aqui houvessem mais bares com propostas diferentes do que meia dúzia de bares do mesmo cara e todos servindo chope, cachaça, pastéis, linguiça de formiga e feijoada no sábado (...). Neste sentido, é ótimo que o CÃO VÉIO tenha vindo pra cá. E que venham o DELIRIUM CAFÉ, o ASTOR, o VENGA, o BREWDOG e...quem mais se animar!;)
Nunca tinha ouvido falar do Chef André Castro até a abertura do AUTHORAL, projeto dele, da sua graciosa mulher Manuela e do gourmet e enófilo Eduardo Moreth, tido como um brilhante advogado da capital.


Os sócios

Pra quem não sabe, o Moreth produz tb uma excelente cachaça premium, chamada AUTHORAL tb!
O Chef André tem talento, boa técnica e faz pratos saborosos, o que pra mim importa mais que a criatividade, que por si só não faz um prato ser marcante!







Comi muito bem em todas as minhas visitas ao AUTHORAL, e quero provar uma sobremesa o quanto antes. Ótimo steak tartar! Carta de vinhos equilibrada, mas podia ter mais uma opção de vinho em taça. Muito bom o serviço, acima da média. Preços compatíveis com a experiência. Ambiente moderno e adorável.


Eu saúdo a chegada do AUTHORAL e parabenizo o Moreth - que eu conheço há tempos - e os demais sócios pelo empreendimento.
Sempre me lembro da extinta cervejaria BRÄUHAUS quando vou ao AUTHORAL. Ficava quase em frente, e um dia fechou, pena. Fui muito lá! E aí quem sabe alguém dirá, usando minhas próprias palavras: "Bobagem, pura nostalgia, foi reprovada pelo público!"(...)



AUTHORAL
CLS 302

Cozinha - **1/2
Serviço - **1/2
Preços - **+
Ambiente - ***
Acolhida - **+

*** - Excelente
** - Bom/Regular
* - Sofrível


Comentários